O nascimento do layout para o truck Sheriff Burger

De uns tempos pra cá venho reparando isso… antes de se fazer determinados projetos de design, há a possibilidade de você vivenciar o ambiente, e por muitas vezes até consumir o que o seu futuro cliente vende. Foi o caso de quando o Estúdio do Café foi chamado para trabalhar a identidade visual do Sheriff Burger, uma nova hamburgueria artesanal que se baseia no bairro carioca de São Cristóvão. A primeira, e literalmente maior etapa foi o nascimento do layout para o truck.

Ressaltando o começo do texto, sempre me amarrei em conhecer e provar as novidades do universo dos hambúrgueres artesanais, as experimentações, os sabores exóticos. Contudo, pesquisar e trabalhar o visual para o food truck em si é um baque no sentido positivo, é ver uma montanha grande e saber que você vai conseguir passar por ela. Falo essas metáforas porque não é um trabalho corriqueiro, é deixar a mente fluir e sair fora do impresso comum, do site, de peças gráficas para internet.

Sheriff, esse é o nome da hamburgueria e caminho para o tema gráfico – a via natural é seguir para o rústico e retrô. Mas lá no briefing tava registrado que o food truck tem que ter uma pegada jovem. E aí, como jogar, como agir? Texturas, cores e tipografia estão sempre aí para ajudar.

O conceito base é conduzir a uma lúdica viagem ao velho oeste americano. Não com bang bang, mas parar e olhar a paisagem, apoiado na cerca de madeira, presente na parte inferior. Logo acima uma explosão de cores, predominantemente com o azul e vermelho terroso reproduzindo os montes rochosos, a natureza desértica.

Os contornos que formam cada módulo na reprodução da cerca de madeira estão com menor espessura, para dar um aspecto mais leve e contribuir com o equilíbrio da composição. No front o logotipo em destaque no centro, logo ao seu lado uma reprodução de placa dizendo a atividade do truck e no oposto cinco estrelas ao estilo xerife. No lado de trás do truck o logo se dispõe de um tamanho maior, “invadindo” tanto o espaço da paisagem quanto o da cerca.

Observando o truck, de todos os ângulos fica a sensação para mim que a metade superior é uma “explosão equilibrada das cores”. É o que naturalmente chama a atenção a milhas de distância, mas tudo foi pensado para não ser agressivo, para o cliente, ou pedestre ter o conforto visual de mensurar e compreender o que está ali. O tom de azul tem papel importantíssimo, pois ele faz chamar a atenção e ao mesmo tempo ajudar a moldar as montanhas visualmente. Se no lugar do azul estivesse outra cor quente o resultado ficaria bem confuso.

A reprodução da paisagem se repete em três lados, exceção ao lado esquerdo, onde se localiza as portas de entrada. Ali está sinalizado que o acesso é restrito à equipe que produz os hambúrgueres. Falando em sinalizações, em dizeres, um outro charme deste foodtruck são as frases e palavras-chave espalhadas por ele. O objetivo do Sheriff Burger além de ser jovial é também ser democrático, de colocar seu cardápio com extrema qualidade e preços competitivos. A inscrição que se localiza no topo do front é: “Democratizando a comida gourmet.”

Foi desenvolvido também um selo especial para dar destaque à autenticidade da carne angus, que é matéria-prima para boa parte do cardápio. Por ser algo quase que à parte, ele tem uma tipografia diferenciada do que se contém nas palavras-chave e da nomenclatura “Hamburgueria Artesanal”. Entretanto está na mesma pegada “wild west” dos outros.

Para você do Rio de Janeiro, ou que está de passagem por ele, pode dar uma espiada no truck (e claro, comer um hambúrger!) toda a noite (menos sextas-feiras) na Rua São Cristóvão, 420. E deixe seu comentário sobre o projeto!

Publicado por

Andy Santos

Carioca de nascimento, santista e vila velhense de coração. Um rubro-negro que adora o alvinegro praiano, um roqueiro da roda de samba, um ser barroco que faz do seu mundo uma forma minimalista.

Um comentário sobre “O nascimento do layout para o truck Sheriff Burger”

  1. Uma construção bem conceituada, jovial e com aquela pregnância de cores e formas que todo bom projeto deve ter. Tive a oportunidade de ver (e aprovar) a obra de perto e provar um delicioso hambúrguer vegano. Mais um belo projeto do Estúdio do Café 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.